Make your own free website on Tripod.com

 

A História do Truco

       

        Tudo começou com um jogo sem muita empolgação, que ao longo dos anos foi sendo adaptado até chegarmos às regras atuas, que como não podera deixar de ser, continuam sofrendo variações e mais variações. Tal jogo, criado na Inglaterra no século XVII, foi motivo de grandes apostas e muitas dívidas geradas entre seus adeptos.

        O jogo Put, cujo nome significa pôr, colocar ou meter, caiu em extremo descrédito no século em que foi criado, tornando-se mais popular, quando chegou à Espanha e França, onde sofreram variações e mudanças até de nome.

        A descrição abaixo é baseada no livro "The Compleat Gamester" de Charles Cotton (Londres 1674).

"É um velho jogo inglês para dois participantes, que usa um baralho com 52 cartas, seguindo a seguinte hierarquia: 3, 2, A, K, Q, J, 10, 9, 8, 7, 6, 5 e 4, onde os 3 de todos os nipes, são as maiores cartas em igual valor, e os 4 de todos os nipes são as menores cartas em igual valor. Um dos jogadores embaralha, o outra "corta", e quem embaralhou distribui as cartas uma-a-uma, começando pelo seu adversário. Cada jogador recebe 3 cartas, que serão necessárias para disputar as 3 rodadas de cada "mão". Só ganha a "mão" quem vencer duas rodadas ou quem vencer uma rodada e as outras duas derem empate. Se cada jogador ganhar uma rodada e a outra der empate, é chamado de "trick and tie", e ninguém leva ponto nessa "mão", bem como se houver empate nas 3 rodadas. A "mão" começa valendo 1 ponto, e pode ser aumentada pedindo-se "I PUT"(eu meto), e a "mão" passa a valer a partida toda, que vale 5 pontos. A descrição de Cotton, apenas menciona que quem "cortou" o baralho está apto a pedir "I PUT" antes de começar a primeira rodada. Subentende-se que só quem "cortou" o baralho, poderá pedir "I PUT"antes de começar a primeira rodada, estando livre a aposta para ambos, após o início do jogo. Cotton também diz que é possíel de se jogar com 3 pessoas, nesse caso, ganha a "mão" quem vencer duas rodadas ou quem vencer uma e as outras duas der empate."

        Após estar caído em descrédito e em total esquecimento durante algumas décadas, o jogo volta a ser praticado no nordeste da Espanha e no sudoeste da França, onde ganha novos nomes e novas regras. É possível que ele tenha chegado primeiro à França, devido aos nomes que passou a receber. Na França era chamado de Truc, Truck, Tru ou Truka; Truc e Truck significam "truque". Na Espanha era chamado apenas de Truc, depois recebeu a adaptação ao espanhol e passou a chamar-se Truco, que significa "truque".

        Truc na França.  Descrição de E. Lane em "Nouveau Manuel Complet des Jeux de Cartes" (Paris 1912) publicado no livro "A Gamut of Games" de Sid Sackson.

"O velho Truc francês é jogado com 36 cartas, usando-se os quatro nipes seguindo a ordem: 7, 6, A, R, D, V, 10,  9 e 8, onde os 7 de todos os nipes são as maiores cartas em igual valor, e os 8 de todos os nipes são as menores cartas em igual valor. Já na época de Lanes, passou a ser jogado com 32 cartas seguindo a ordem da maior para a menor: 7, 8, A, R, D, V, 10 e 9. O jogo passou a ser praticado por 4 jogadores, duas duplas, porém não perdeu suas raízes, e também era disputado por dois jogadores no mano-a-mano. O jogador à esquerda de quem embaralha "corta" o maço e serão distribuídas 3 cartas para cada jogador, uma-a-uma, começando pelo jogador à direita de quem embaralhou. Quem estiver à direita do jogador que distribuiu as cartas, começará a "mão". Antes de iniciar a primeira rodada, o jogador que começaria a "mão" poderá pedir um novo jogo, se todos aceitarem, as 3 cartas de cada jogador serão separadas daquela "mão", e 3 novas cartas serão entregues para os jogadores novamente. Vence o jogo quem ganhar duas partidas de 12 pontos. A "mão" começa valendo 1 ponto e as apostas são feitas de acordo com que se deseja fazer. Não existe limite no número de apostas e nem no valor das mesmas, porém, o mesmo time não poderá fazer duas apostas consecutivas na mesma "mão". É possível apostar a partida dizendo "meu restante", assim,  quem vencer a "mão" ganha a partida. Lanes menciona que em alguns lugares, a seqüência é: 7, A, R, D, V, 10, 9 e 8."

Truc na Espanha. Já na Espanha, o Truc foi adaptado ao baralho espanhol e também era disputado entre duplas ou mano-a-mano. Desde aquela época, usavam-se 40 cartas na seguinte hierarquia decrescente: 3, 2, 1, 12(Rei), 11(Cavalo), 10(Valete), 7, 6, 5 e 4 de todos os nipes. Vence a partida, quem chega aos 12 pontos. Serão fornecidas 3 cartas para cada participante, pelo jogador que embaralhou, que antes de distribuí-las uma-a-uma começando pelo jogador à sua direita, terá que passar o baralho ao jogador à sua esquerda, a fim de que ele corte-o. Quem receber a primeira carta, embaralhará na próxima "mão". Se ao invés de cortar, o jogador der um tapa em cima do baralho, isso indica que só será dada uma carta a cada jogador; isso só é possível, se nenhum dos dois times tiver com 11 pontos. Se a primeira rodada empatar, o jogador que a começou, começará a segunda rodada. Quem vencer a segunda rodada leva, não sendo necessário disputar a terceira rodada. Se a segunda rodada também empatar, o jogador que começou a primeira e a segunda rodadas, começará a terceira. Se a terceira rodada também empatar, quem "cortou" o baralho leva os pontos da "mão". Se houver vencedor na primeira rodada, este leva vantagem no empate da segunda ou terceira rodada. A "mão" começa valendo 1 ponto, e poderá ter seu valor aumento a 2 ou 3 pontos, dependendo das apostas. É possível apostar pedindo "TRUC", que vale dois pontos, ou "RETRUC", que vale 3 pontos. Porém, quem pedir "TRUC", não poderá pedir "RETRUC". Quem tiver 11 pontos, deverá analisar as cartas que possui, para ver se vale a pena jogar essa "mão", pois já vale 3 pontos e não é permitido apostar. Se não quiser jogar, o adversário automaticamete ganha um ponto. Se tiver 11 X 11, também não é permitido apostar, e quem vencer ganha a partida.

 

por Rafael de Paula Cosmo